‘Brumadinho, presente’: em protesto, parentes fazem chamada de nomes dos mortos na tragédia

Parentes e amigos de mortos e desaparecidos na tragédia de Brumadinho protestaram na entrada da cidade nesta segunda-feira (25). Eles fizeram a chamada dos nomes das vítimas e responderam “presente” a cada pessoa mencionada.

O ato foi feito no dia em que se completam dois meses do rompimento da barragem 1 da Mina Córrego do Feijão. A maior operação de resgate da história de Minas Gerais chegou ao 60º dia.

Os manifestantes se concentraram na entrada da cidade, perto do letreiro que identifica o município, que foi tomado por fotos, cartazes, cruzes, roupas e até caixão.

A família do soldador Josué Oliveira da Silva, de 27 anos, que morreu por causa do rompimento, participou da manifestação.

Os parentes dele conseguiram enterrar o corpo, mas há muitos que não tiveram a mesma oportunidade.

Eles pediram que ao menos fragmentos dos cadáveres sejam encontrados e que haja punição. Os manifestantes ainda exigiram que a tragédia e o crime não sejam esquecidos.

Fonte: G1